•   Teresina - PI, 21/01/2018.
Oferecimento:
  Notícias
  Entretenimento
  Mulher
  Colunistas
  Mídias
  Clima
5 atalhos para você conseguir cuidar de si mesma
 Postado em: 13/03/2017 às 15h13
5 atalhos para você conseguir cuidar de si mesma

Uma transformação está em curso! Com a discussão sobre feminismo em alta, a expressão self-care (autocuidado, em inglês) ganhou notoriedade. O termo, que está sendo muito pesquisado na internet especialmente nos Estados Unidos, nada mais é do que priorizar a sua saúde física e mental, suas emoções e o seu bem-estar. E tem até gente falando em self-care revolution. Funciona como aquela recomendação nos voos de colocar a máscara de emergência primeiro em você para, depois, atender às crianças. Afinal, sem esse gesto, ninguém sobrevive.

 

Por muito tempo as mulheres foram ensinadas que o cuidado com as pessoas ao seu redor, especialmente o parceiro e os filhos, deveria tomar a maior parte do nosso tempo. Mas esse mindset está mudando também porque percebemos a importância de estar bem, inteira e abastecida para criar filhos felizes, capazes, autônomos, seguros de si.

 

É verdade que, quando se tem um recém-nascido em casa, lavar o cabelo é artigo de luxo. Mas, aos poucos, a rotina vai se acertando e, apesar das inúmeras demandas e pendências que vão sempre existir, ir atrás do que você deseja é a mola propulsora para uma vida plena. Nem sempre é fácil colocar isso em prática, toda mãe sabe do malabarismo que é o nosso dia a dia. Mas é possível, desde que você enfrente o julgamento e a culpa, que estão sempre a postos, e desconstrua a crença de que o cuidado com os outros é mais urgente do que atender a si mesma. Para ajudar nessa missão, a psicóloga Cynthia Wood, da clínica Crescendo e Acontecendo, em São Paulo, traça alguns caminhos. 

 

1) Forme uma rede de apoio

Para equilibrar os diversos papéis da mulher — mãe, esposa, profissional, amiga, filha –, a melhor solução é delegar. Imagine-se como uma executiva de negócios que precisa de uma equipe nota 10 para atingir as metas. Na maternidade não é diferente. Peça ajuda da sua mãe e da sogra, encontre a babá (quase) perfeita, convoque a irmã para bancar a baby-sitter. Troque o pensamento de “preciso dar conta de tudo” pelo “vou gerenciar tudo” — você ainda estará no comando. O peso fica menor e sobra tempo para se cuidar.

 

2) Alivie o controle

Para o time de ajudantes funcionar, você não pode exigir que todo munda faça as coisas do seu jeito. Manter o controle de tudo cansa, esgota e ainda afasta as pessoas que querem ajudar e amam você. A perfeição não existe e é bom para o pequeno aprender desde cedo que cada um tem a sua maneira de organizar a rotina e de resolver pequenos dilemas. Lá na frente, ele se tornará mais aberto à diversidade.

 

3) Não se compare

Ninguém merece acompanhar no Instagram as famosas, as blogueiras e as musas fitness que acabaram de ter bebê. Lindas, magras, sempre felizes, sem olheiras nem cansaço… Será? Na vida real, todo mundo tem altos e baixos e fazer comparações seja com quem for enfraquece a sua autoestima. Em vez disso, procure encontrar o seu jeito de se sentir bem. Pequenas atitudes (pintar o cabelo, sair para tomar um café com uma amiga, ir ao cinema, voltar para o Pilates) fazem grande diferença.

 

4) Aceite os seus vários papéis

“A boa mãe é aquela que se dedica em tempo integral ao filho. Que nunca viaja sozinha com o marido. Sair com as amigas? Nem pensar!”. Quantas de nós nos cobramos e nos julgamos por atitudes que fogem dessas regras? Existe um mito de que há a necessidade de escolher e priorizar o papel de mãe após o nascimento do bebê. Vale questionar e desconstruir essas crenças que aprisionam e limitam a grande maioria das mulheres. Com menos culpa, é mais fácil encontrar o equilíbrio.

 

5) Seja o exemplo

Fazer as unhas, ir para à ginástica, começar um curso, encarar novos desafios na carreira… Ao zelar pelos seus interesses, você estará dando um bom exemplo para as crianças, como se dissesse: viu, como é importante se amar, se gostar, se cuidar? Uma mãe que tem a autoestima fortalecida, que se sente bonita, amada e competente, cria filhos — meninos e meninas — seguros de si, com autonomia e ousadia. Lembre-se disso na próxima vez em que o coração apertar quando sair de casa para jantar com o marido.

Fonte: Itmae


Comentar pelo facebook:
/ Outras matérias relacionadas:
BLOG DA VIVI
ENTRETENIMENTO

Xuxa não renova contrato e futuro na Record é incerto
Segredo
Anitta tem casamento com cerimônia celebrada por pajé
GALERIA DE EVENTOS

Réveillon no Theresina Hall

Moda, música e campanha social marcam a primeira noite do Teresina Trend
NOTÍCIAS
MULHER
COLUNISTAS
ENTRETENIMENTO
PARCEIROS
OUTRAS PÁGINAS
© Copyright 2015/2018. www.blogdavivi.com.br - Teresina-PI. Todos os direitos reservados.